Ao longo de 2017 diversos eventos foram realizados no Parque Olímpico da Barra da Tijuca e no Complexo Esportivo de Deodoro atraindo um público de cerca de 300 mil pessoas e quase 1,8 mil esportistas profissionais e amadores.
Para tornar os eventos mais competitivos, a Autoridade de Governança do Legado Olímpico convidou hotéis a praticar tarifas menores. Um edital, publicado em 26.06.2017 no Diário Oficial da União, credencia empresas do ramo de prestação de serviços hoteleiros, situadas num raio de 10 km do Parque Olímpico da Barra, a oferecer preços mais convidativos.
O requisito é que se comprometam a limitar o valor do custo da diária para apartamentos duplos, com café da manhã incluso, para receber atletas, dirigentes de instituições esportivas e participantes envolvidos na realização de eventos promovidos nas instalações administradas pela AGLO no Parque Olímpico da Barra. São elas as Arenas Cariocas 1 e 2, o Velódromo Olímpico e o Centro Olímpico de Tênis.
Para que hotéis, pousadas e similares interessados sejam credenciados, é necessário que os estabelecimentos ofereçam acessibilidade em instalações apropriadas para pessoas de mobilidade reduzida.
Com essa proposta, a AGLO promove uma oportunidade de busca de hospedagens mais acessíveis e, assim, um aumento de competitividade do Parque Olímpico na captação de eventos.
Relação de

Hotéis Parceiros