Jovens da Baixada participam de projeto social na Arena Carioca 1

Jovens da Baixada participam de projeto social na Arena Carioca 1

Pelo menos 30 adolescentes da Baixada Fluminense do Rio conheceram, na terça-feira 06/03/2018, o Parque Olímpico da Barra e um pouco da história dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos realizados no local. Eles visitaram as instalações, que também são palco de grandes campeonatos já no modo legado, e fizeram a visita guiada pelo Parque.
Durante o tour, além de tirar fotos com as tochas olímpicas e paraolímpicas, o grupo bateu uma bolinha na quadra da Arena Carioca 1 e dessa forma,
tornaram realidade o que tanto esperavam: jogar basquete onde muitos atletas disputaram medalhas nos Jogos Rio 2016.
Na mesma Arena, a Liga Super Basketball (LSB), em parceria com a Prefeitura de Queimados, lançou o projeto social Oportunidade do Basketball Educação e Mudança.

Os jovens participaram de uma clínica com aperfeiçoamento no basquete. “Essa é uma ótima experiência de estar aqui com meus amigos, nesse evento tão legal. É muito bom, também, vestir a camisa do Vasco”, afirmou o garoto de 14 anos que mora em Queimados e joga no time alvinegro.
A paixão de Vitória Antunes pelo basquete faz a menina, de 12 anos, sonhar em um dia viver do esporte. “Eu gosto de jogar porque para mim é como se fosse um trabalho. Jogo desde os 7 anos e quero ser uma profissional”, contou entusiasmada.
Segundo o presidente da LSB, Guilherme Simões, a ideia do projeto é atender jovens da Baixada Fluminense e criar uma Escolinha de Basquete no município de Belford Roxo. “Dessa vez, trouxemos adolescentes de Belford Roxo, Queimados e São João de Meriti para uma clínica. Durante o ano, faremos mais três em lugares diferente. O próximo local deve ser na Arena Wenceslau
Malta, antiga Arena da Juventude, em Deodoro. Vamos levar 30 garotos de outras cidades da Baixada”.
Depois do treino, as crianças puderam assistir a três jogos da Liga Super Basketball, com disputas da categoria sub 18, a estadual amador e adulto.
Tudo foi transmitido ao vivo pelo canal do youtube e pela rede social facebook da LSB.
“Agrademos a AGLO pela oportunidade de realizarmos os jogos da LSB na Arena Carioca 1 e parabenizamos o trabalho que ela vem desenvolvendo no Parque Olímpico. Estamos muito felizes do Parque estar aberto a projetos de inclusão social e a eventos. É bom demais atender o basquete amador num palco olímpico”, ressaltou o presidente da LSB.

Quem também gostou da experiência foi Camila Souza, moradora de São João de Meriti. Ela e Vitória Antunes foram as únicas meninas a participarem da clínica. “É a primeira vez que venho ao Parque Olímpico. Estar aqui é uma oportunidade única. Sou uma das poucas garotas que jogam basquete com meninos e já estou acostumada”, disse a adolescente de 16 anos.

Por Graciela Vizzotto

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário:

X
X