Instituto Reação treina duas vezes por semana no Centro Olímpico de Treinamento

Instituto Reação treina duas vezes por semana no Centro Olímpico de Treinamento

Arena cheia, tatame novo e uma noite muito especial para os atletas do Instituto Reação. É que os pupilos do medalhista olímpico Flávio Canto e do técnico Geraldo Bernardes ocuparam o Centro Olímpico de Treinamento, da Arena Carioca 2.

Nessa Arena, a atleta do Instituto, Rafaela Silva, conquistou a medalha de ouro na Rio 2016.

“Para nós do Instituto Reação esse espaço é sagrado. Aqui Rafaela Silva sagrou-se campeã olímpica. Nós estamos começando num local novo, num espaço maravilhoso. Isso faz com que nós todos nos sintamos com vontade de fazer um judô melhor nas técnicas e nos objetivos. Espero que todos usem esse espaço de maneira positiva para que se tornarem campeões da vida e do esporte também”, explicou Geraldo Bernardes.

O Instituto Reação é uma organização não governamental que promove o desenvolvimento humano e a inclusão social por meio do judô. A proposta é utilizar o esporte como instrumento educacional e de transformação social, formando faixas pretas dentro e fora do tatame.

Mais de mil e trezentas crianças, adolescentes e jovens a partir de quatro anos são beneficiados em seis polos – Rocinha, Cidade de Deus – Jacarepaguá, Cidade de Deus – Polo de Iniciação, Tubiacanga, Pequena Cruzada, Deodoro e agora no Parque Olímpico da Barra.

Victor Penalber é um atleta Reação. Competiu na categoria até 81 quilos na Rio 2016, na Arena Carioca 2. Ele disse que está feliz em ver a Arena movimentada e respirando o ar olímpico. “Eu senti toda a energia do público durante os Jogos Olímpicos. Hoje eu treino no palco dos jogos. É bonito de ver a Arena sendo utilizada e o Instituto capacitando novos atletas olímpicos, mais gente para representar o nosso Brasil e realizando mais sonhos a cada dia”.

A judoca e campeã olímpica brasileira Rafaela Silva também deu o ar da graça no Centro Olímpico de Treinamento. Com toda a simplicidade, ela agradeceu a oportunidade de treinar na Arena. “ É muito bom reviver essa experiência. Entrar aqui, relembrar o clima da competição e sentir a energia dos treinos”.

O ex-judoca Flávio Canto acredita no novo espaço de treinamento do Instituto, já que quatro atletas do Reação competiram durante a Rio 2016 e os resultados foram inspiradores. Ele relembrou que a Rafaela Silva se tornou a primeira brasileira campeã mundial e olímpica de judô; Victor Penalber teve a chance de lutar a primeira de muitas olimpíadas que virão; Popole Misenga e Yolande Mabika integraram o primeiro Time de Refugiados dos Jogos; e pela quinta vez, Geraldo Bernardes foi técnico dos Jogos, dessa vez no Time de Refugiados. “Então é um lugar emblemático para nós, com um simbolismo enorme. A maior conquista do Reação aconteceu aqui. É um dia para ficar na história”.

Canto ainda acrescentou que a missão do Rio de Janeiro é construir um legado relevante para a Olímpiada. “Estamos tendo a oportunidade de fazer parte a convite da AGLO. É uma luta, porque temos que movimentar a Arena. Mas se depender da gente, vamos construir outras Rafaelas aqui dentro”, explicou Flávio Canto.

 

 

Por Graciela Vizzotto

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário:

X
X